Sobre Nós

ABAC – Agência Brasileira de Apoio à Cultura é uma entidade de caráter sócio-cultural, sem fins lucrativos, que visa reunir profissionais dos diversos setores da arte, do artesanato e da cultura brasileira e, através de núcleos gestores específicos, realizar determinadas ações, entre eles:

1. Apoiar, fomentar e difundir todos os tipos de manifestação cultural e artística por meio de recursos próprios, de convênios e de parcerias públicas e privadas.

2. Defender e desenvolver ações que proporcionem a conservação, a preservação e a recuperação de obras de arte e de trabalhos artesanais.

3. Realizar estudos, pesquisas, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos em prol da arte e da cultura.

4. Realizar e gerir projetos e ações para o desenvolvimento dos setores visando a profissionalização, o resgate e o reconhecimento da identidade cultural de nosso país.

5. Editar veículos culturais, como revistas, jornais, livros, entre outros, cujo conteúdo reflita a missão da entidade.

6. Realizar cursos, palestras, workshops e demais atividades educativas para transmissão de conhecimentos específicos nas áreas de arte, artesanato e cultura.

Fundada em junho de 2008, a ABAC é fruto de trabalhos filantrópicos realizados por seus diretores nos segmentos correlatos, há mais de seis anos, que então optaram por criar a entidade para atuar como agência reguladora de tais ações.

Missão
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Fusce elementum, nulla vel pellentesque consequat, ante nulla hendrerit arcu.
Visão
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Fusce elementum, nulla vel pellentesque consequat, ante nulla hendrerit arcu.
Valores
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Fusce elementum, nulla vel pellentesque consequat, ante nulla hendrerit arcu.

Nossa História

Era o ano de 2003 quando começamos a reunir um grupo informal com a finalidade de fazer frente a grande expansão desordenada das políticas culturais no Brasil. Necessário naquele momento formar um grupo coeso e com objetivos definidos para promover a inclusão e desenvolvimento de todos os empreendedores de cultura naquele momento delicado e de incertezas.

Criamos o Jornal Novas Técnicas – JNT , veículo impresso em formato tabloide europeu com 25 mil exemplares e quase 40 páginas distribuídos gratuitamente em todos os aparelhos de arte e cultura do Brasil. Na ocasião por quase 4 anos ganhamos o apoio logístico da SUTACO em SP , do PAB (Programa do Artesanato Brasileiro) em Brasilia e do Sebrae SP, que distribuíam gratuitamente o veículo em vários municípios , ampliando o grau de informações das grandes modificações que estavam acontecendo naquele momento.

 

 Capa Revista Contemporânea

Em 2008 publicamos a Revista Contemporânea , especializada em  arte e cultura e com 52 páginas de conteúdo oriundos de todas as partes do Brasil. O veículo foi distribuído gratuitamente por 3 anos, com uma tiragem 20 mil exemplares / mês.

Em meados de 2008 após várias atividades realizadas em prol do desenvolvimento e difusão dos movimentos culturais, inclusive aqueles ligados a inclusão e geração de renda, decidimos em junho daquele ano fundar a instituição que veio a se chamar : ABAC – Agência Brasileira de Apoio á Cultura , ganhando assim um corpo jurídico para facilitar as ações do movimento e oficializar as mesmas perante o poder público.

ABAC – Selo comemorativo

A Agência Brasileira de Apoio a Cultura, mais conhecida sob a sigla ABAC do Brasil, é uma instituição do terceiro setor, de caráter sócio cultural, sem fins lucrativos,  fundada em junho de 2008 e formada por pessoas e  empreendedores com afinidades e objetivos em comum do meio artístico cultural brasileiro e apoiada por organizações,  empresas do segmento e simpatizantes.

Agora estamos aqui passados quase 17 anos, nossa instituição foi declarada OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Publico) em 2015, pelo Ministério da Justiça do Brasil,  agradecemos o apoio de nossos fundadores, diretores, voluntários, amigos  e empresas que estiveram sempre ao nosso lado e preocupados com o bem comum.

Vamos continuar trabalhando para que nosso povo tenha direito pleno a cultura , ao desenvolvimento pessoal , inclusão social e aprenda a respeitar e proteger o meio ambiente, fundamental para a sobrevivência plena e digna de todos inclusive da cultura.