A ABAC e a Cia Família Paixão:

Nossa instituição conheceu o projeto cultural da Cia Família Paixão no ano de 2014 e desde então oficializou uma parceria colocando o mesmo em sua grade de projetos culturais assistidos , procurando a partir daí  viabilizar apoio e fomento direto ao projeto por meio de sua estrutura jurídica.

Entendemos que o projeto tem tudo a ver com nossos objetivos estatutários , sendo de excelente nível técnico e cultural além de  promover e permear a cultura popular em sua origem que é o povo,. Além é claro de contar uma das mais fascinantes histórias

Veja algumas informações abaixo sobre o espetáculo e companhe o site do projeto e obtenha mais informações, inclusive sobre a programação dos espetáculos e ensaios:

www.ciafamiliapaixao.com

Histórico

Em 2013 o diretor Amaral Alves assumiu a direção geral da Encenação da Paixão de Cristo em Taboão da Serra, convidando Clayton Novais para atuar como Jesus e trabalhar na direção de elenco e cenas. Com uma nova proposta e uma direção compartilhada a adesão ao projeto foi aceita pelos atores, atrizes e técnicos que hoje fazem parte do grupo.

O Grupo Família Paixão é relativamente novo, fundado no ano posterior (2014) pelos integrantes do elenco da Encenação da Paixão de Cristo realizada na cidade de Taboão da Serra. No mesmo ano o nome fixou-se e a apresentação foi considerada uma das melhores nos 58 anos de encenação da cidade. Os artistas, além de experiência dentro da Paixão de Cristo ainda possuem expertise em artes cênicas e audiovisual, com grande parte do elenco atuando em teatro e cinema.

O Início

 Após a apresentação o elenco levantou a questão de se ensaiar durante meses e ter apenas uma apresentação na Sexta-Feira Santa. A partir desse ponto levantado pelo elenco, a direção e produção procurou realizar a vontade do grupo e enviou projetos de incentivo cultural para a União, através da Lei Rouanet e para o Estado de São Paulo através Proac ICMS (Programa de Ação Cultural). O projeto aprovado previamente pela Secretaria de Estado da Cultura recebe autorização para captar patrocínio junto a empresas que, depois, poderão descontar o valor desse investimento do ICMS devido.

Os dois projetos foram aprovados para o ano 2015, porém como a autorização foi expedida muito próxima da data de apresentação, não foi possível realizar a captação de recursos. Conforme os projetos enviados, a intenção era ter apresentações fora da cidade de Taboão da Serra e mesmo não conseguindo os recursos necessários, o grupo fechou parceria com o município de Cotia e pela primeira vez em 59 anos foi feita uma apresentação fora de Taboão da Serra.

Em 2016 o grupo fez outra apresentação primorosa, sendo noticiada ao vivo no jornal SPTV da Rede Globo, trazendo inovações, um novo cenário e novo figurino.

2017

Para o ano de 2017 o Grupo Família Paixão (grupo independente) busca trabalhar com a figuração do espetáculo (Guarda romana e povo) sendo formada por pessoas da cidade-sede como uma forma de inclusão cultural. A cada espetáculo serão abertas entre 25 e 30 vagas para figuração com 3 vagas para pessoas com necessidades especiais.

Comentários estão fechados.